Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdex.eb.mil.br/jspui/handle/123456789/5670
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorBarros Júnior, Otávio Santana do Rêgo-
dc.contributor.advisorAlmeida, Túlio Ribeiro de-
dc.contributor.advisorSilva, Vinicius Lemos da-
dc.contributor.authorJobim, Gabriel de Oliveira-
dc.date.accessioned2020-02-12T18:11:58Z-
dc.date.available2020-02-12T18:11:58Z-
dc.date.issued2019-
dc.identifier.urihttp://bdex.eb.mil.br/jspui/handle/123456789/5670-
dc.descriptionTrabalho de Conclusão de Curso (Bacharel em Ciências Militares) - Curso de Cavalaria. Academia Militar das Agulhas Negras de 2019.pt_BR
dc.description.abstractAplicada às competências do líder militar, bem como demonstrar a importância e os efeitos de um líder emocionalmente inteligente para com a sua tropa quanto na execução das mais diversas tarefas desempenhadas pelas frações de cavalaria do Exército Brasileiro. A pesquisa baseou-se na análise das definições de liderança e inteligência emocional do psicólogo americano Daniel Goleman, considerado um grande estudioso do assunto em questão, com diversas obras lançadas e renomadas e também no Manual de Liderança Militar (C 20-10), pois esse documento que norteia o uso da inteligência emocional para os militares. O trabalho também visa analisar as definições dos termos contidos no manual de liderança militar (C 20-10), comparando-as com as definições de Goleman e evidenciando a necessidade da inteligência emocional para o comandante de pelotão no cumprimento de suas missões. A partir de uma pesquisa documental e bibliográfica, a concluiu-se que um líder que domina as habilidades da inteligência emocional conseguirá liderar sua fração com mais segurança, gerando mais confiança entre os liderados e melhorando o ambiente de trabalho, assim como conseguirá adquirir a flexibilidade de exercer os diversos tipos de liderança definidas no trabalho. ___________________________________________________________________________ Applied to the skills of the military leader, as well as demonstrating the importance and the effects of an emotionally intelligent leader towards his troops when carrying out the most diverse tasks performed by the cavalry fractions of the Brazilian Army. The research was based on the analysis of the leadership and emotional intelligence definitions of the American psychologist Daniel Goleman, considered a great scholar of the subject in question, with several published and renowned works and also in the Military Leadership Manual (C 20-10), because this document that guides the use of emotional intelligence for the military. The work also aims to analyze the definitions of the terms contained in the military leadership manual (C 20-10), comparing them with the definitions of Goleman and highlighting the need for emotional intelligence for the platoon commander in the fulfillment of his missions. From a documentary and bibliographic research, it was concluded that a leader who masters the skills of emotional intelligence will be able to lead his / her fraction more safely, generating more confidence among the followers and improving the work environment, as well as being able to acquire flexibility to exercise the different types of leadership defined at work.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectLiderançapt_BR
dc.subjectInteligência emocionalpt_BR
dc.subjectPelotão de cavalariapt_BR
dc.subjectExército brasileiropt_BR
dc.titleA inteligência emocional como ferramenta de liderança para o comandante de pelotão de cavalariapt_BR
dc.typeMonografiapt_BR
dc.rights.licenseÉ permitida a reprodução do conteúdo da obra desde que seja, obrigatoriamente, citada a fonte. É proibida a reprodução para fins comerciais, bem como qualquer alteração no conteúdo da obra.pt_BR
Aparece nas coleções:DECEX: DESMIL: AMAN: MONOGRAFIAS

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
6418.pdf424,5 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.